O homem ético-moral e o homem legal — Ou: “Por que discordo de André Petry”

 

Reinaldo Azevedo desta vez está duas vezes certo: se a biologia certifica o uso do sexo, o que se orgulha dizer seu nome está tão certo quanto certezas de raça e de gênero; se a biologia não o certifica, este orgulho genérico certamente irracional está.

Anúncios